Blog Suassui

Itabira, terra de Carlos Drummond Andrade

Lá no alto está Itabira, cheia de preciosidades e muita história pra contar. Terra do trem, do minério e da poesia. Como atrativo turístico, a arte e a cultura das gerais. E quem nunca ouviu falar de Carlos Drummond de Andrade? O grande cronista e poeta modernista que se inspirou em sua cidade-natal para algumas de suas obras. Pois é, Itabira.  A cidade da poesia.

Foi no decorrer do século XVIII que tudo começou, com o povoamento das terras, que veio após a descoberta de ouro nas montanhas itabiranas. Um século depois, a mineração do ferro tomou conta da cidade, surgindo então as primeiras forjas – fornalhas que caldeiam o metal  transformando em ferro. Itabira é ainda uma das principais cidades para a Vale do Rio Doce, que deu início à exploração do minério de ferro e a um novo período de desenvolvimento social, econômico e estrutural.

Os atrativos naturais também são um ótimo convite para você visitar o município. A Mata do Limoeiro, a Pedra da Igreja, a Serra do Bicudo e a Serra dos Alves, além das cachoeiras dos Cristais, do Campo, da Boa Vista, do Limoeiro e do Meio.

A cidade gira em torno de minério e cultura. E não há que não se encante com o Memorial de Carlos Drummond, um espaço só dele, dedicado às suas grandes criações. Itabira fica na região Metropolitana de Belo Horizonte, e pra quem gosta de frio, é uma boa pedida.

Comentários