Blog Suassui

Os degraus da fé

Não basta ter só fé. É preciso fôlego e muita coragem para subir uma escada de mais de 500 degraus.  E ai, topa?

O interior de Minas Gerais é cheio de histórias pra contar e, desta vez, quem desperta curiosidade é a “cidade da jabuticaba”, onde em cada esquina é possível encontrar um pé da fruta. Virginópolis está  à 117 Km de Governador Valadares, local turístico, com uma das maiores escadas do mundo, segundo os virginopolitanos.

Construída em 1988, lá do alto está a Capela Nossa Senhora do Patrocínio, quem comanda essa escadaria toda. São exatamente 300 metros até a capela que, a partir do primeiro degrau, já some de vista dos curiosos.

Ao ver o sofrimento de centenas de idosos que a todo custo subiam o morro para pagar suas promessas, Walter Passos junto a outros moradores tiveram uma ideia: construir uma escada de acesso à capelinha, no alto da Serra do Zé.

O ex-morador que hoje vive em Belém, no Pará, ainda pediu que erguessem oratórios na trajetora até a igreja, fechando no total de 15 locais de oração espalhados pelo caminho, narrando as passagens da Via Sacra. O mais interessante é que cada pessoa que ajudou na construção do monumento, tem o nome registrado nos degraus.

Quando a obra completou 100 degraus, foi motivo de festa para toda a cidade que comemorou o patrimônio ao som de fogos. Atualmente as escadas têm 511 degraus e conta com uma paisagem privilegiada.

A subida é cansativa, mas todo esforço é recompensado pela vista lá de cima.

Comentários