Blog Suassui

Vai um pãozim de queijo aí?

O cheiro de café junto à conversa jogada fora, acompanhado de um pão de queijo naquela casinha da roça.  Quem não gosta, uai?

Em terras de Minas Gerais, comer esse trem -pãozim de queijo, é um hábito bem antigo. Diz a lenda que tudo começou na época da escravidão, por volta do século XVIII. O costume veio dos escravos que serviam os senhores, todos os dias, o pão com café em pleno pôr do sol.

Mas, a farinha que chegava às fazendas não era de boa qualidade e, o trigo, um alimento muito difícil de encontrar. Outra comida que fazia parte do cenário da época era o queijo, que em fartura, acabava sobrando.

A partir dai, as cozinheiras passaram a substituir a farinha por polvilho  e, o queijo, era ralado e colocado dentro da massa. Dando origem assim, os primeiros pães de queijo, assados no fogão a lenha e preparados com ingredientes da própria fazenda.

A receita foi se espalhando por todo o país, até mesmo fora daqui,  tornando popular nos Estados Unidos, Portugal, Itália e Japão. Nos dias de hoje, Minas é a capital do pão de queijo. E esse título é carregado com muito sucesso no paladar.

Aprenda a fazer essa delícia!

Receita/ingredientes:

500g de polvilho azedo;

1 copo (americano) de água;

1 copo (americano) de leite fresco;

1 copo (americano) de óleo;

100g de queijo parmesão ralado + queijo minas picadinho (segredo da Franel);

Comentários